terça-feira, 2 de junho de 2009

O Relógio - Vinícius de Moraes

.
Passa, tempo, tic-tac
Tic-tac, passa, hora
Chega logo, tic-tac
Tic-tac, e vai-te embora
Passa, tempo
Bem depressa
Não atrasa
Não demora
Que já estou
Muito cansado
Já perdi
Toda a alegria
De fazer
Meu tic-tac
Dia e noite
Noite e dia
Tic-tac
Tic-tac
Tic-tac…
..

2 comentários:

Anne Lieri disse...

Renata,muito bem escolhido esse poema de Vinicius!O tempo que sempre nos alcança...bjs,

Úrsula Avner disse...

Oi minha linda, amo as poesias do Vinícius, sobretudo , as infantis... são um mimo. Bela postagem . Bjs.